Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Outro dia

Outro dia

14
Ago18

A festa da Infanta

Bast

Isto de preparar uma festa infantil tem que se lhe diga. É uma luta interna... assim uma coisa em que o bom senso luta com a gana de que querer fazer tudo e mais um par de botas... Se por um lado, como aqui já disse, quero uma coisa simples, por outro, confesso que há uma parte de mim que quer este mundo e o outro...

Para já, escolhi o tema (já mudei de tema umas 345 vezes, mas volto ao mesmo, por isso é este que tem que ser): Bambi. Porque é um fofo. Porque eu quero e vou aproveitar enquanto posso escolher a pirosice toda. Antes que ela tenha idade para me pedir a festa da Frozen! Ou da Peppa pig 

Bambi2.jpg

Tema escolhido, comecei a ver o que tenho lá em casa e que posso usar como decoração... o que faltar, venha o aliexpress. Depois de balões e mais uma data de froufrous escolhidos, há que tratar de encomendar porque a encomenda ainda demora a chegar e se alguma coisa faltar ou correr menos bem, dá-me tempo para pensar numa alternativa.

Pensar na coisa com tempo tem o seu lado bom... isto se conseguirmos refrear os ânimos, porque todos os dias vem uma ideia nova... tipo a de ser eu a fazer o bolo!!! Alguém que desça à terra e me dê um par de estalos para eu acordar para a realidade, por favor...

 

O espaço... a festa terá muita gente, ponto assente. Nada a fazer, a familia é grande e não há a alternativa de excluir pessoas (tipo, qual dos meus irmãos excluiria?), portanto há que pensar no espaço e no nº de pessoas... O pai da criança quer a festa em casa e eu, depois de um ataque de riso histérico e desesperado já só quero fugir. Assim de fininho... A sala é grande, temos a varanda... alguma coisa se há-de arranjar... servir a comida tipo buffet, numa especie de lanche ajantarado é uma opção...

 

Os comes e bebes... Aqui depende muito do ponto acima, mas há sempre aquelas iguarias que não podem faltar numa festa de anos: os salgados, as pipocas, os docinhos... Já tenho também alinhavado na cabeça aquilo que quero servir e como o fazer... portanto é ir testando algumas das receitas que tenho em mente, para ter a certeza de que no dia corre bem. 

 

Fazer listas:

Do que tenho e posso usar

Do que quero servir 

Das compras

Das decorações que quero ter e preciso comprar

dos convidados

listas, listas, listas... 

 

Delegar... esta é importante. A ver se não me esqueço desta parte... A tentação de querermos fazer tudo e por o nosso toque, amor a carinho em cada detalhe é enoooorme. Eu quero fazer os convites, os bolos, a comida, até decorações DIY já andei a ver no pinterest (ah, outra dica importante: a certa altura é boa ideia fechar o pinterest!!!), mas também quero desfrutar da festa, aproveitar o prazer que a preparação dará e para isso, há que ser realista e saber que é impossível conseguir fazer tudo, além de que tenho a certeza que a avó, os amigos e a familia, adorarão fazer parte da coisa :)

 

(Quem já passou por isto, alguma dica? Ajudinha? O que serviram e ninguém comeu? O que afinal todos gostaram? Cenas importantes, vá... Vamos criar um fórum na caixa de comentários... :D)

 

3 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D